Header Ads

A Batalha de Hogwarts completa 20 anos.


Em 2 de Maio de 1998, o Mundo Mágico de J.K. Rowling presenciava um verdadeira mobilização política, que teve como fim, a queda do maior bruxo das trevas de todos os tempos, Lord Voldemort, colocando um fim na Segunda Guerra Bruxa, que teve a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts como plano de fundo.

– Hogwarts está sendo ameaçada! – bradou a professora McGonagall. – Guarneçam os muros, nos protejam, cumpram o seu dever para com a nossa escola!
Harry Potter e as Relíquias da Morte

Mesmo após 20 anos deste acontecimento, fãs do mundo todo se mobilizam para celebrar a data, enquanto J.K. Rowling dá continuidade ao ritual anual de se desculpar pelos personagens mortos durante esse dia sangrento. Entre os personagens mortes, alguns deles já citados pela J.K. no Twitter, podemos citar:

  • Severo Snape teve um final trágico nas presas de Nagini.
  • Fred Weasley foi vítima de Augusto Rookwood.
  • Remo Lupin foi morto por Antonio Dolohov.
  • Ninfadora Tonks caiu enquanto duelava com Belatriz Lestrange.

Na defesa da escola, além dos personagens já mencionados, os membros da Ordem da Fênix, a Armada de Dumbledore e vários outros jovens estudantes, como Colin Creevey, foram também vítimas dos Comensais da Morte e outras criaturas que lutavam ao lado de Voldemort, e entre estas alianças malignas ressaltamos os gigantes, as acromântulas e os dementadores.

Na opinião de alguns fãs, estes foram a sequência de capítulos mais marcantes de "Harry Potter e as Relíquias da Morte", onde pudemos acompanhar com tristeza, mais de cinquenta vidas perdidas na batalha.

Do lado de dentro dos muros do castelo, estudantes, testrálios, além de Bicuço, e Grope, lutaram pela defesa de Hogwarts. Os centauros e os elfos da cozinha também lutaram ao lado das estátuas do castelo - sob o comando da Profa. McGonagall - e as plantas da estufa.

Todos os professores tiveram vital importância na defesa do castelo, fazendo com que Harry, Rony e Hermione ganhassem tempo, encontrassem os restantes das Horcruxes de Voldemort, e assim destruí-las. Foram elas:

  • O Diadema de Corvinal,
  • A Taça de Lufa-Lufa,
  • A serpente Nagini e Harry.

Um ponto importante a ser levantado, foi a negação dos estudantes da Sonserina em batalhar ao lado da escola. A dita "imparcialidade" rendeu a todos eles uma ordem direta da Profa. McGonagall em trancá-los nas masmorras até o fim da batalha. Uma decisão que foi vista como controversa por parte de alguns fãs, adoradores e pertencentes a casa, porém, se formos levar o aspecto político-ideológico, manter-se imparcial na atual conjuntura, era fortalecer o lado inimigo.

Em suma, dada a simbologia do evento, nós da House Hogwarts temos o prazer de relembrar tal data. Que, se realizada com um paralelo alegórico de nossa sociedade, como um todo, remete muito à realidade dessa época e de outras passadas.

Obrigado J.K. Rowling, sua obra reverberará tanto como uma história fantástica como em ensinamentos para jovens e adultos de várias gerações.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.