Header Ads

J.K. Rowling revela que Grindelwald realmente teve uma visão em "Animais Fantásticos e Onde Habitam".


Para quem estava se perguntando sobre isso nas últimas semanas, J.K. Rowling resolveu esclarecer de uma vez, o curioso comentário do Percival Graves (na verdade Grindelwald) dito para Credence Barebone sobre ter uma visão, em "Animais Fantásticos e Onde Habitam". Ela afirmou que o bruxo das trevas além de Oclumente, também possui o dom da clarividência, ou seja, também é um vidente.

As respostas de Rowling tendem a ser bastante diretas, mas essa última ainda deixou muita gente intrigada. O que se pode compreender é que Grindelwald era realmente um vidente, assim como a professora Sibila Trelawney, ou alguém poderia ter tido uma visão para ele, através da tataravó da Sibila, a conhecida Cassandra Trelawney, por exemplo.

@jk_rowling o que Graves-Grindelwald quis dizer quando disse: "Minha visão mostrou apenas o imenso poder da criança"? Ele é um Vidente ou estava mentindo?


"Ele é um Vidente E ele estava mentindo".

A autora de Harry Potter não especificou em que parte do comentário Grindelwald mentiu, ou se em toda a declaração, apesar de seu desejo de encontrar e controlar um Obscurus. Em outra nota com pouca correlação ou relevância, J.K. Rowling retweetou particularmente a imagem abaixo. A autora nunca confirmou o país de origem de Gellert Grindelwald, apenas para onde ele foi quando expulso de Durmstrang.


Isto não significa dizer que Grindelwald era da Suíça, dado que o nome Gellert tem raízes alemãs e húngaras, e o nome Grindelwald é alemão.

Grindelwald também foi presumivelmente parte-britânico, graças a sua tia-avó Batilda Bagshot, autora do livro História da Magia, que viveu na cidade inglesa de Godric's Hollow por toda sua vida, embora Bathilda, seja notavelmente um nome alemão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.