Header Ads

Simbolismo & Mitologia | Sirius Black


Sirius é provavelmente, o personagem que mais esconde significados ocultos em sua estrutura do que todos os outros da série. A titia Rowling usou e misturou vários simbolismos envolvendo sua personalidade e, principalmente, sua forma animaga.

Embora não tenha ganhado tanto espaço quanto deveria, sem dúvida o cachorrão é um dos personagens mais queridos de HP. Sirius é o padrinho que qualquer um gostaria de ter, conseguiu fugir sozinho de uma prisão localizada no meio do nada e ganhou os corações de muitos fãs pelo mundo. Segundo boatos, a própria autora teria se desmanchado em lágrimas quando teve que escrever o momento em que ele foi assassinado em "A Ordem da Fênix". Curioso (ou não) notar que Sirius foi o primeiro personagem a ser referenciado no título de um dos livros, sob o nome de "O Prisioneiro de Azkaban". O segundo e último foi o Snape em "Half-blood Prince".

Arrogante, vingativo e apaixonadamente rebelde, Sirius sempre esteve disposto a matar pelos seus amigos e por eles se sacrificar. Eu realmente duvido muito que sua forma animal tenha sido escolhida pela autora de forma aleatória, afinal em praticamente todo os lugares os cachorros sempre foram considerados animais extremamente leais e companheiros, algo que sabemos que o Sirius era bastante. Sua amizade com Tiago Potter era muito forte e, até seu último suspiro, sempre se lembrou com carinho de seu querido amigo morto, projetando inclusive esses sentimentos em seu afilhado, Harry. A possibilidade do patrono de Sirius também ser simbolizado por um cão é bastante alta se levarmos em conta outros bruxos que possuem tanto os patronos quanto suas formas animagas encarnados pelo mesmo animal, como é o caso de seu amigo Tiago. Outra coisa que vale lembrar é que o patrono do Rony também é um cachorro. Seria uma coincidência o fato de que os melhores amigos dos dois Potters possuem relações com cães? Eu acho que não.

Ainda falando sobre o Sirius de quatro patas e peludo, eu dei uma pesquisada e aparentemente sua raça é Irish Wolfhound, uma das maiores que existe no mundo.

Sirius é comparado várias vezes ao Sinistro (Grim, em inglês) no terceiro livro, um cão mitológico gigantesco e espectral que assombra cemitérios. É conhecido como um mau agouro, péssimo na verdade, um agouro de morte. Existem várias lendas envolvendo cães negros fantasmagóricos espalhados por todo o mundo, sendo que na Inglaterra é um mito bastante famoso. Uma das aventuras de Sherlock Holmes chamada "O Cão dos Baskerville" faz referência a essa lenda.

Outro nome dado à essas criaturas é Hellhound, ou Cão do Inferno (sim, aquelas mesmas que aparecem em Sobrenatural, ou melhor, não aparecem, já que são invisíveis por pura falta de orçamento).


Talvez o fato mais conhecido a respeito do personagem seja a de que Sirius teve seu nome tirado de uma estrela, assim como a maioria dos membros da família Black. Essa estrela muitas vezes é referida como a Estrela do Cão. Ela ganhou esse apelido porque está localizada na constelação Cão Maior. A estrela recebeu o nome de Sirius porque é a mais brilhante do céu noturno. A palavra grega seirios significa "queimar".

O astro tem grande significado no mundo mágico, sendo o símbolo da deusa egípcia Ísis por exemplo. Os egípcios usavam essa estrela para definir seus calendários pois seus movimentos estão ligados às estações. No primeiro dia do verão, a estrela Sirius sobe aos céus um pouco antes do Sol. Esse era o dia de Ano Novo no antigo Egito.

Por algum motivo a mulher responsável pela tradução brasileira felizmente preferiu não alterar o nome Sirius para Sírio, assim como fez com Lúcio (Lucius), Alvo (Albus), Cornélio (Cornelius) e outros.

Pra encerrar, Sirius nasceu no outono e alguns acreditam que foi uma referência da autora ao signo do Cão do zodíaco Chinês, pois tal signo possui uma relação com essa estação.

E acho que eu não preciso dizer o porquê do sobrenome Black não é?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.