Header Ads

1 ano sem Alan Rickman.


É com grande pesar que hoje contabilizamos um ano desde que perdemos Alan Rickman, o nosso eterno Professor Snape, mestre de poções. Mas para alguns cinéfilos de plantão, Snape não foi o único personagem memorável deste talentoso ator, reconhecido por sua grandeza nas atuações, e por sua voz um tanto peculiar.

Nascido em 21 de fevereiro de 1946 em Hammersmith, Londres, Inglaterra, Alan atuou em diversos filmes e programas de televisão, recebendo diversas indicações a prêmios e ganhando um Golden Globe Award de Melhor Ator em televisão, por "Rasputin" no ano de 1996. O ator nunca ganhou um Oscar, ainda que tenha sido pré-indicado no ano de 2012, como Melhor Ator Coadjuvante em "Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2".

Alan Rickman faleceu no dia 14 de janeiro de 2016, após uma longa batalha contra o câncer.


No início deste mês, a atriz e amiga, Kate Winslet que atuou com Alan em "Razão e Sensibilidade" e "The Little Chaos", fez um tributo ao ator citando-o em uma entrevista à Entertainment Weekly.

Ele sempre foi muito generoso. Se tem uma palavra que posso usar para descrever Alan, seria bondoso. No memorial de Alan, Juliet Stevenson contou a história sobre como sempre que Alan saía para jantar e alguém tentava pagar, ele dava um jeito de chamar antes ou passar seu cartão de crédito antes da refeição para que ninguém nem visse a conta. Ele sempre dizia: ‘Tenho duas palavras para você: Harry Potter’. E ele ficou conhecido por fazer isso.

Querido por  muitos amigos próximos e colegas de trabalho, Alan Rickman foi descrito por todos como um ser humano extremamente generoso. Entre esses, Daniel Radcliffe e Emma Thompson também chegaram a acrescer palavras sobre essa característica, e sobre a sua lealdade com os colegas de profissão.


Mas a bondade do ator não estava limitada somente aos seus amigos e parentes. Em seu testamento, Alan Rickman deixou parte de sua fortuna para diversas instituições de caridade espalhadas pelo Reino Unido.

Depois de todos esses exemplos deixados em vida, nos resta apenas dizer que sua morte foi uma terrível perda para todos nós. Assim como, desejamos que onde quer que ele esteja, que esteja em paz, livre de todo o sofrimento que o câncer o trouxe em vida.

Nós e todos os Potterheads, sentiremos saudades suas, sempre.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.