Header Ads

O que aprendemos com Rúbeo Hagrid.

Dando continuidade a Harry Potter e o Príncipe Mestiço e como essa semana o tema do Clube de Leitura do Pottermore é os professores de Hogwarts, achamos que seria bom fazer uma análise de um dos nossos favoritos - Hagrid.


Quando conhecemos Hagrid pela primeira vez ele não era um professor mas como Guardião das Chaves e dos Terrenos, ele era uma atração de Hogwarts. Nós aprendemos bastante com esse meio-gigante incrível através dos anos e não estamos falando apenas das complicações de um Explosivim. Mas isso também.

Lealdade inspira confiança

Poderia haver pessoa melhor para apresentar Harry ao Mundo Bruxo do que Hagrid? Ele é ao mesmo tempo inseparável de Hogwarts e ao mesmo tempo um forasteiro. Nos soubemos que Hagrid era importante quando o vimos deixar Harry ainda bebê na porta dos Dursley. Dumbledore deixou explícito que confiaria sua vida a Hagrid, apesar da professora McGonagall questionar as habilidades. Para Dumbledore, a lealdade de Hagrid superava qualquer preocupação. Obviamente, quando se tratava de buscar Harry, era Hagrid a bordo de uma moto voadora que Dumbledore confiava.


Como navegar pela comunidade mágica

Nossos primeiros vislumbres no Mundo Bruxo, desde o correio de corujas até o Profeta Diário, foram fornecidos por Hagrid. Mas nada poderia preparar Harry para as maravilhas do Beco Diagonal, aquele canto mágico de Londres, com seu banco liderado por duendes e loja de varinhas e pessoas esbarrando umas nas outras para falar com ele no Caldeirão Furado. Hagrid, com seu sorriso gentil e suas explicações sem sentido, era a pessoa perfeita para atenuar a ansiedade de Harry sobre o quão pouco ele sabia. Ele também era bom em berrar com o Tio Válter por tentar reprimir a magia dele.

Nem sempre você precisa de um pouco de magia para ser mágico

Hagrid pode ter apresentado Harry à comunidade mágica mas - apesar de seu guarda-chuva rosa - ele não tem permissão de praticar magia, isso porque foi expulso de Hogwarts anos antes. Sem magia, Hagrid é bem mais propenso à atividades físicas do que outros professores, desde carregar árvores de Natal até cuidar de criaturas mágicas apenas com as próprias mãos e fazer chá. Apesar disso, nós temos a impressão de que aquele guarda-chuva rosa provavelmente contém as partes da varinha quebrada de Hagrid, tendo visto o que ele pode fazer com o objeto...


Aparências podem enganar

À primeira vista, Hagrid pode parecer intimidador - um homem gigante com cabelo longo e desgrenhado, uma barba selvagem, olhos de besouro e bolsos cheios de bolo e arganazes (espécie de rato do campo). Entretanto, para os seus amigos, ele é tudo menos assustador. Sua lealdade é feroz e ele é extremamente gentil porque nunca julga ninguém pela aparência - pelo contrário, quanto mais assustadora for a reputação de uma criatura, mais provável que Hagrid simpatize com ela. Ele quase sempre opta por acreditar no melhor lado das pessoas.

Seu futuro não é determinado pelo seu histórico familiar

Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, Rita Skeeter revela que Hagrid é um meio-gigante, um fato que ele manteve escondido porque ele temia a reação, sabendo que gigantes tem uma má reputação para a violência por terem sido aliados de Voldemort. Hagrid, com seu apreço pelas criaturas e desprezo pela magia negra, está tão longe de ser um aliado de Lorde Voldemort quanto é possível ser. Seus amigos o conhecem, com Hermione, Harry e Rony tentando convencê-lo a não pedir demissão e Dumbledore se recusando a permitir tal ato. É por isso é importante para Hagrid que Harry vença o Torneio Tribruxo. Ele resume bem: "Mostraria a todos eles... você não tem que ser puro-sangue para conseguir."


Ouça seus amigos

Hagrid sendo persuadido a pedir demissão é um exemplo de uma lição muito valiosa - ouça os seus amigos pois eles sempre querem o melhor para você. Hermione, Harry e Rony também o convencem a abrir mão de Norberto, se dando conta de que uma cabana de madeira não é o melhor lar para um dragão e Hagrid retribui o favor em mais de uma ocasião. Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, ele diz a Rony para reconciliar com Hermione dizendo: "As pessoas podem ser um pouco estúpidas em relação aos seus bichinhos."

...e ouça os experts

Hagrid pode não ter se formado na escola mas ele é um profundo conhecedor das criaturas mágicas, seja instruindo sua turma sobre a melhor maneira de se aproximar de um Hipogrifo ou tratar os Centauros da Floresta Proibida com respeito, apenas alguém muito tolo negaria que ele sabe do que ele está falando. Se alguém que esteja mais informado do que você diz algo, preste atenção. Draco Malfoy aprendeu isso da maneira difícil.


A família é importante - e nem sempre é definida pelo sangue

A mãe pode ter abandonado ele mas família é importante para Hagrid. Nós podemos dizer pela maneira afetuosa que ele fala sobre seu pai e os esforços heroicos que ele faz com seu nem-tão-pequeno-meio-irmão Grope. Mas família é mais do que apenas sangue. Hogwarts é a família de Hagrid, assim como a de Harry e isso se deve à comunidade que Dumbledore construiu através de confiança e gentileza. Em ambos os casos, essas são relações que Hagrid honra e defende.

A verdadeira lealdade é inabalável

Se Dumbledore é o centro de Hogwarts, é por causa da lealdade inabalável que ele inspira, e Hagrid sabe disso. É o bastante para Hagrid que Dumbledore confie em Snape, apesar de qualquer evidência que aponte que ele não deve. Quando Dumbledore é removido de Hogwarts, Hagrid protesta. Quando Dumbledore pede a Hagrid para entrar em contato com os gigantes, ele vai. Hagrid é leal a todos os seus amigos, especialmente Harry e as criaturas que ele ama, como Norberto e Aragogue. É uma lealdade que ele nunca questiona, que pode ocasionalmente levar a problema mas - tirando a família de Aragogue que se alimenta de humanos - a amizade de Hagrid é um prêmio que vale a pena ser ganhado.


A sempre encarar a verdade

Sua crença nas pessoas à sua volta confere força para ser bravo e essa abordagem prática e direta o dota de sabedoria. Seja sendo enviado à Azkaban por um crime que ele não cometeu ou enfrentando Rita Skeeter, Hagrid não se permite afundar. Não que ele não esteja triste ou assustado, é apenas que ele enfrenta as coisas de frente.

Como ele diz em Harry Potter e o Cálice de Fogo: "O que tiver que ser, será e nós o enfrentaremos quando vier."

[+] Traduzido do site Pottermore.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.