Header Ads

Por trás das cenas de Animais Fantásticos e Onde Habitam: O Blind Pig.

Nós já vimos pubs bruxos antes, mas o filme Animais Fantásticos nos apresentou a um verdadeiro bar bruxo clandestino. * Essa incrível arte conceitual traz uma excelente análise do estabelecimento secreto. 

O esfumaçado bar clandestino de Gnarlak, o globin, foi uma perfeita homenagem aos anos 20 - mas a forma como ele foi projetado e concebido pode te surpreender. Vamos dar uma olhada em alguns dos designs conceituais intrigantes do Blind Pig, e as histórias dos designers por trás das imagens... 

A Cena do Bar Blind Pig 


Eu adorei fazer a série de esboços em preto e branco para as cenas do bar. A maioria dos designs de criatura têm uma única criatura por página, e essas, espero, mostram um pouco de personalidade com suas interações. A falta de cor também ajuda a inseri-los na época do filme. – Paul Catling 


A clientela do Blind Pig 


Essa foi finalizada após uma tempestade de ideias de quem poderia frequentar o Blind Pig. Alguns bruxos mal-humorados, após tomarem coquetéis demais, começam uma briga no bar e então quando fazem as pazes, podemos ver o resultado de seus feitiços mal pronunciados. - Paul Catling 

A banda de jazz do Blind Pig 


Às vezes a limitação pode ser um aspecto útil no design. Nós tínhamos vários instrumentos para serem tocados, mas apenas quatro goblins para tocá-los. Diante da necessidade de praticidade, o goblin estafado, com os instrumentos de sopro, se tornou um multi-instrumentista. E quando adicionamos uma cantora, o quarteto de músicos tornou-se um trio. – Rob Bliss 

 *Speakeasy – Os chamados “speakeasys” eram bares clandestinos, que surgiram na época da Lei Seca nos Estados Unidos (1920-1932).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.