Header Ads

Fãs brasileiros levantarão hashtag no Twitter amanhã contra Johnny Depp.


A conta The Rowling Library, resolveu lançar esta semana via Twitter, uma enquete perguntando aos seus seguidores: "Você está feliz com o Johnny Depp como Gellert Grindelwald?". Esse tema tem sido recorrente nas redes sociais, desde a publicação da imagem com parte principal do elenco, e onde Johnny Depp aparece como o bruxo das trevas Gellert Grindelwald.


Quem acompanha a House Hogwarts sabe que esta não é a primeira vez que damos voz a esta causa, e acreditamos que mobilizações do tipo aparecerão durante a estadia do ator na lista de escalados para a saga. Fãs de todo o mundo, estão participando da votação, deixando comentários e tentando obter um posicionamento da autora de "Animais Fantásticos", J.K. Rowling e da produtora dos filmes, a Warner Bros. Amanhã, os fãs brasileiros levantarão a hashtag #TheCrimesOfJohnnyDepp no Twitter na tentativa de obter um posicionamento por parte dos interessados na manutenção de Depp no elenco.

Se a gente espera uma atitude da J.K. Rowling é por que ela representa algo pra gente. Se exigimos algo da Warner Bros. é por que não adianta empoderar as mulheres em Wonder Woman e não fazer nada agora. A gente não precisa achar que tudo é lindo e maravilhoso só por que a gente gosta da saga, gente, disse o usuário Tio Grindelwald no Twitter.

Para quem não soube, a atriz Gal Gadot exigiu a saída de Brett Ratner, da RatPac-Dune Entertainment, da produção de "Mulher-Maravilha 2" e na quinta-feira, a atriz confirmou a saída do produtor. Em entrevista ao programa TODAY, a protagonista comentou a polêmica de que teria se negado a participar do filme, caso Ratner continuasse na produção.

Não escondo nada. A verdade é que há muitas coisas envolvidas. Não fui só eu. Todos tinham o mesmo sentimento. Entende? Todo mundo sabia que era o certo a ser feito. Não tinha nada para falar, porque já tinha sido feito antes mesmo de a notícia sair, explicou a atriz.

Brett Ratner recebeu seis acusações de assédio sexual. Em outubro, a Gal já tinha cancelado sua participação em uma homenagem a Ratner no Tree of Life Award. A atriz tinha sido escalada para entregar um prêmio para o diretor, mas recusou depois de Olivia Munn acusar Brett de assédio. Natasha Henstridge e Ellen Page reforçaram as denúncias contra o profissional. "Mulher-Maravilha 2" tem previsão de estreia para dezembro de 2019.

Os fãs "corrigiram" a imagem promocional divulgada pela Warner Bros.

Johnny Depp é acusado de agredir fisicamente e psicologicamente sua ex-esposa Amber Heard, que desde maio do ano passado, vinham buscando o divórcio – e um vídeo divulgado na época deixa bem claro do porquê. Segundo o site TMZ, que publicou o vídeo, o mesmo teria sido gravado antes de Amber ter denunciado o ator por agressão – em maio do ano passado, ela declarou que ele teria batido com um celular em seu rosto. No sábado próximo ao vazamento, a atriz divulgou um comunicando informando que não havia sido ela a responsável pelo vazamento do vídeo. Amber retirou as acusações após um acordo de divórcio.

Assista abaixo:


Em um prévio protesto, no Twitter os fãs começaram a rolar a hashtag #MagicInRegress (mágica em retrocesso), um trocadilho com a hashtag oficial do filme, #MagicInProgress (mágica em construção), chamando também a atenção  para o fato de que, tudo isso acontece enquanto a carreira do Kevin Spacey, acusado de assediar e abusar de homens e meninos, acabou de um dia para o outro, mostrando como a sociedade está sempre preparada para perdoar os erros cometidos contra mulheres, mas nunca contra homens.


A mobilização online #TheCrimesOfJohnnyDepp, está prevista para acontecer amanhã, às 19:00 horário de Brasília.

Deixe abaixo seu comentário sobre este caso.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.