Header Ads

Edição especial dos livros de Harry Potter elevaram em 31% os lucros da Bloomsbury.


A Editora Bloomsbury, editora responsável pelos livros da saga Harry Potter no Reino Unido, informou que 2017 foi o ano com os maiores lucros anuais desde 2007 - quando a mesma publicou o sétimo livro do menino que sobreviveu, em inglês. Curiosamente, o aumento na coleção de 2017 também foi devido ao Mundo Mágico de J.K. Rowling.

Segundo a agência de notícias Reuters, os lucros da Bloomsbury subiram 13,3%, para 161,5 milhões de libras esterlinas (217,3 milhões de dólares) no ano encerrado em 28 de fevereiro, superando os 150 milhões de dólares. libras em ganhos reportados em 2007.

O aumento nos lucros desde o ano 2017 deve-se principalmente ao lançamento das oito edições especiais da saga Harry Potter em ocasião à celebração do 20º aniversário do livro.

A Reuters também fala que as vendas de Harry Potter cresceram 31%, ajudadas por edições especiais de 'Harry Potter e a Pedra Filosofal', 'Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban' e 'Animais Fantásticos e Onde Habitam'.

A suposta edição especial de "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" parece ser a edição ilustrada lançada no final de 2017 , enquanto a de "Animais Fantásticos e Onde Habitam" se refere à reedição de 2017 com seis novos animais .

A agência de notícias também observa que o aumento nas vendas de Harry Potter ajudou os lucros da divisão infantil da Bloomsbury a aumentar em 24%, ficando em 69,2 milhões de libras esterlinas.

Há um mês atrás, a Editora Salamandra, responsável pela publicação dos livros em espanhol, anunciou que lançaria em espanhol os 4 livros da edição especial, o que aumentariam os lucros da Bloomsbury. Enquanto isso, a própria editora britânica anunciou que também lançaria edições semelhantes aos outros livros da série.

Não obtivemos nenhuma informação sobre os números referentes à Editora Rocco, responsável pela publicação dos títulos no Brasil.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.